polinize, state of tech.

#beenews


Agrotech Autotech Co-working E-commerce Edtech Energia Eventos Foodtech Games Healthtech Lawtech Mediatech Serviços

Real XD Studio usa realidade aumentada para potencializar vendas de boardgames e cardgames

Quem ouve as expressões “startup” e “game” na mesma frase provavelmente pensa no desenvolvimento de jogos para smartphones, videogames ou computadores. Mas a Real XD Studio mostra que pode ser diferente.

O foco da empresa é o desenvolvimento de boardgames e cardgames tradicionais, mas com uma pitadinha tecnológica: um aplicativo disponível para smartphones traz os personagens dos jogos para realidade aumentada, em fotos que podem ser compartilhadas nas redes sociais.

O CEO da startup, Junior Monteiro, já trabalhava com realidade aumentada em seu antigo empreendimento: uma editora de livros infantis. Depois de conhecer de perto o mercado de jogos durante uma edição da Bienal do Livro de São Paulo, decidiu mudar o ramo do negócio.

“Pegamos a realidade aumentada e trouxemos para os jogos, mas não para o desenvolvimento, e sim como uma estratégia para o lojista que vai vender o produto. A realidade aumentada é associada ao jogo. Fazemos os jogos pensando no usuário final, e a realidade aumentada para oferecer para o lojista atrair clientes”, explica.

A startup acaba de lançar seu sexto jogo, e deve ir bem mais longe: cerca de 30 estão em fase de produção. A empresa desenvolve os games pensando em diferentes tipos de público de acordo com o envolvimento com esse universo: iniciante, básico, intermediário e avançado. Outro mercado em plena expansão é a de jogos empresariais, para recrutamento e seleção de profissionais e também para exercício do ócio criativo, oferecendo entretenimento e aprendizado para os funcionários da equipe.

“Muita gente me disse: ‘você está arcaico, as pessoas já estão no mundo digital’, mas jogar um jogo de tabuleiro é algo que não vai ser substituído nunca. Antes de empreender, investiguei internacionalmente e vi números fantásticos para esse mercado. O analógico e o digital são coisas que existem ao mesmo tempo. Eu mesmo adoro jogos virtuais, mas também gosto muito de me reunir com os amigos em volta de uma mesa para jogar. Há espaço para as duas coisas”, conclui Monteiro.



comments powered by Disqus

Receba notícias no seu email!



Copyright © 2018 - polinize, state of tech.
W3C optimized - CC License.