‘Soluções financeiras digitais’ é destaque no roadshow da Stefanini em Curitiba e em Porto Alegre

25 days ago

Dia 12, em Curitiba, e dia 13 de novembro, em Porto Alegre, a Stefanini debate com o empresariado dessas capitais “Como as soluções financeiras digitais podem impulsionar seus negócios para explorar a base de clientes”. Dirigido para empresas de todos os setores – não apenas bancos e financeiras –, o roadshow temático tem a finalidade de ampliar e aprofundar este relevante tema dentro das organizações. O evento já foi realizado em São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e, dia 19, acontecerá em Recife (PE).

Tanto na capital paranaense quanto na capital gaúcha, o executivo Ricardo Oliveira apresentará as principais vantagens e usabilidade das soluções financeiras digitais. Estudioso em aplicações distribuídas e organizações autônomas, com conhecimento em teoria dos jogos, algoritmos de consenso, além do uso da tecnologia para transformação social. Ricardo é um colaborador ativo em projetos decentralizados e engajado em comunidades tecnológicas de blockchains. Passou os últimos 15 anos trabalhando em grandes indústrias de telecomunicações e mercado financeiro, sendo responsável pelo desenho, desenvolvimento de aplicações e integração de sistemas. O executivo acredita que o mercado está vivendo um momento denominado de pós-plataforma. “O futuro se tornará presente quando pudermos interagir com a inteligência artificial, a IoT (internet das coisas), o BigData e o Blockchain”, afirma Ricardo Oliveira.

A multinacional brasileira oferece uma plataforma de serviços financeiros, a mais completa do mercado latino-americano, que contempla o processo de ponta a ponta - abertura de conta digital com segurança, atendimento e cobrança, construção de canais digitais, processamento de contas, cartões private label ou bandeirados e core bancário. A solução, que pode ser utilizada por bancos de todos os tamanhos, por empresas com grande volume de pagamentos ou pelo varejo que está lançando produtos financeiros e pode se tornar um banco no futuro, é capaz de integrar tudo a partir da utilização de APIs, sistemas de acesso digital que permitem que softwares e serviços sejam interligados de maneira criativa, com o objetivo de agregar valor às marcas e oferecer uma experiência diferenciada ao cliente.

Baseado no conceito de Bank In a Box e também Banking as a Service (BaaS), a Stefanini conta com um core bancário embarcado único para uso numa plataforma escalável, a Topaz, que roda em 20 países – no Brasil a solução está disponível há dois anos, com um crescimento médio de 40% ao ano. Além de a plataforma atuar em tempo real (24 X 7), ela é multimoeda, com capacidade de realizar todas as etapas de gerenciamento de um banco, permitindo que as instituições transformem seus processos de core banking com mais agilidade, segurança e redução de custos.

Além da solução de core banking, a Stefanini possui uma oferta completa de banco digital com grande aderência entre instituições pequenas e médias que desejam migrar para o mundo digital. Os projetos são desenhados de maneira personalizada para que a implementação aconteça em até quatro meses. O ecossistema de inovação da Stefanini, por meio de suas ventures, garante a oferta de uma solução de ponta a ponta para que empresas de todos os setores possam disponibilizar serviços financeiros, explorando uma oferta integrada, com boas perspectivas para os próximos anos.

Com a evolução do conceito criado de Bank in a Box, a Stefanini desenvolveu novas funcionalidades para o lançamento da solução BaaS. Assim, as marcas podem ter seus bancos digitais totalmente White-Label, com ofertas pré-configuradas, modulares, simples e seguras. A plataforma BaaS será direcionada para as funcionalidades de pré e pós-pago, além de conta de pagamento.

A solução é ideal para empresas que possuem um ‘aquário de clientes’ ativos e que desejam oferecer serviços financeiros. Um exemplo disso são as financeiras, por estarem ligadas ao varejo; telecom, empresas de mobilidade urbana, com um alto volume de transações diárias; empresas de transportes, que trabalham com caminhoneiros e motoboys que precisam realizar pagamentos frequentes e podem oferecer benefícios, criando um arranjo de pagamento para que o dinheiro não saia da fronteira e renda mais. Trata-se de um ecossistema de inovação com a capacidade de auxiliar o cliente a trancionar a aquisição e retenção de seu ‘aquário’ com marketing digital e soluções de engajamento.

As empresas interessadas em participar podem se inscrever acessando: https://bit.ly/31TfU3l

Vera Aranha

Published 25 days ago