Gratuita para o usuário, ferramenta é uma das mais usadas por quem busca economia em suas compras pela internet

A Zaply, startup responsável por desenvolver um dos principais buscadores para quem compra alimentos, bebidas e produtos de consumo do dia a dia pela internet, acaba de abrir uma rodada de captação para investidores pessoa física, por meio de equity crowdfunding. A oferta online que está sendo feita na plataforma StartMeUp, com valores a partir de R$ 1 mil, pretende captar R$ 650 mil que serão investidos ao longo dos próximos três anos na empresa. O objetivo é fazer com que o negócio continue a crescer de maneira sustentável, acompanhando as redes varejistas que têm investido cada vez mais em e-commerce.

Segundo Bruno Ely da Silva, fundador e CEO da Zaply, por meio da plataforma, o consumidor pode fazer uma busca e descobrir os supermercados online que possuem o item à venda, comparando preços e diferentes opções de delivery em um único lugar. É comum encontrar diferenças de preços superiores a 30%. A ferramenta atualiza diariamente os preços praticados nos supermercados online parceiros, permitindo descobrir o melhor preço para mais de 50 mil produtos comumente comprados em supermercados.

Abrangência geográfica

Atualmente a startup está presente em 13 grandes centros do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Salvador, Florianópolis, Vitória, Goiânia, Campo Grande, Campinas e Guarulhos. A expectativa é que até o final do ano a Zaply chegue a todas as capitais do País.

Futuramente, a plataforma deve expandir suas operações para outros países, como Chile, Argentina e México. “Estamos presentes nos mercados em que há mais serviços de supermercado online disponíveis, e, consequentemente, podemos ajudar mais pessoas. À medida em que mais varejistas passam a oferecer serviços de supermercado online em novas cidades, a ideia é estarmos lá também. Nosso papel é democratizar o serviço de supermercado online, ajudando o brasileiro a economizar nas suas compras”, ressalta o empresário.

O nicho de mercado

No Brasil, comparar preços de diferentes lojistas é um comportamento comum, especialmente no mundo online. “No varejo brasileiro as diferenças de preço são grandes, muitas vezes chegando a mais de 50%”, confirma Ely.

As duas maiores plataformas de comparação de preço do País somam mais de 50 milhões de acessos mensais, mas não atendem a este novo nicho dos supermercados online.

Segundo o fundador e CEO da Zaply, nos últimos dois anos os maiores varejistas do setor de supermercados do Brasil aceleraram seus investimentos para oferecer a compra online para o consumidor.

Atualmente, seis dos dez maiores do ranking da Associação Brasileira dos Supermercados – ABRAS, já operam via e-commercecom serviços de delivery. No total, calcula-se mais de 250 supermercados online operando no Brasil, incluindo players regionais de pequeno porte.

“Agora, que as grandes redes de supermercado estão vendendo online, existe a oportunidade de colocarmos todas as informações em um mesmo lugar para ajudar o consumidor a fazer a melhor compra”, fala o fundador da Zaply.

Diferenciais da plataforma

E é justamente nesta necessidade de comparação de preços para os consumidores dos supermercados online que a Zaply atua. De acordo com o CEO da startup, estima-se que em 2023, a participação do e-commerce nas vendas de supermercado no Brasil deve ficar entre 3% e 5% do total do setor. Em números atuais, algo em torno de R$ 10 bilhões a R$ 20 bilhões. “Com esse mercado promissor, conseguimos imprimir um forte crescimento orgânico em 2018, praticamente sem investir em marketing”, detalha.

Modelo de negócios

A Zaply atua com um modelo de negócios chamado Business-To-Business-To-Consumer,o B2B2C. Por meio da plataforma a empresa gera leads segmentados para os sites dos supermercados online parceiros, recebendo uma comissão de 3% a 10% do valor do pedido quando um usuário realiza a compra. “Graças a este modelo de negócio que conseguimos desenvolver com nossos parceiros, o serviço é 100% gratuito para o consumidor. Ajudamos o consumidor e, ao mesmo tempo, ajudamos os varejistas a venderem mais a um custo muito competitivo por lead. Essa relação ‘ganha-ganha’ é a força do nosso negócio”, revela o empresário.

Zaply em números

A ferramenta alcançou recentemente 20 mil acessos/mês. O número de usuários da ferramenta cresce a uma taxa mensal de 30%.

Segundo Ely, com o resultado da rodada de investimentos, a perspectiva é de que nos próximos 18 meses a Zaply atinja a marca de 1,5 milhão de acessos mensais. Ao alcançar estes resultados, a empresa estará entre os maiores buscadores do País.

Investidores & Captação

A startup que nasceu de investimento pessoal e com fruto de muita disposição e energia do seu idealizador, conquistou, em outubro de 2017, seu primeiro aporte de R$ 120 mil, tendo como investidor a Superjobs Ventures.

Com a atual rodada de investimentos, via equity crowdfunding, conceito que se refere a investimento coletivo em que empresas buscam recursos na internet para tornar viável seu modelo de negócio – a Zaply espera captar R$ 650 mil em um prazo de até 60 dias.

Os recursos a serem captados serão investidos em marketing, pessoal, infraestrutura e sistemas. Com cotas de aporte a partir de R$ 1 mil, os interessados em investir devem acessar o endereço: http://www.startmeup.com.br/#/oferta/zaply.

O investidor ingressará em um Contrato de Investimento Coletivo que estabelecerá as regras, direitos e obrigações, tudo de acordo com as diretrizes da CVM.