Com reconhecimento nacional e internacional, o Vale do Dendê segue cumprindo a missão de transformar o ecossistema de negócios sociais de Salvador. Fortalecendo o seu propósito, acontece de 26 a 28 de julho, em São Paulo, a Missão Empresarial Vale do Dendê, uma dinâmica inovadora com foco no desenvolvimento de competências, estímulo ao desenvolvimento dos acelerados, reconhecimento de novos ecossistemas nacionais e conexão com potenciais investidores.

Em três dias intensos de atividades, um grupo de acelerados, sob acompanhamento do time Vale do Dendê, experimentará uma missão empresarial e imersão em ecossistemas de negócios sociais da Grande São Paulo. Tudo isso, numa programação dividida em: dia 1 – evento Ponte SP-SSA em parceria com o CIVI-CO, espaço e coworking de negócios sociais (novo endereço da holding social Vale do Dendê em São Paulo); dia 2 – aniversário da Fundação Alphaville, acompanhado de uma palestra do cofundador do Vale do Dendê Paulo Rogério; dia 3 – visitas a centros de inovação e empreendedores da periferia.

Segundo Ítala Herta, diretora de operações do Vale do Dendê, “a proposta de expandir e conectar os ecossistemas de negócios sociais de Salvador e São Paulo reforça nosso interesse em potencializar a visibilidade, além das possibilidades de investimentos e parcerias para os nossos acelerados. São três dias intensos com uma agenda que pretende conectar startups da periferia e do grande centro de São Paulo a experiências da nossa cidade com grande potencial de escala nacional”.

Com ciclo de aceleração em fase de conclusão (encerramento previsto para agosto de 2018), as atividades estão compostas por mentorias, consultorias e facilitações, promovendo um intercâmbio de conhecimentos e transformações para os 10 acelerados do Vale. Na ocasião, a holding social baiana pretende anunciar oficialmente uma nova sede em São Paulo, o Vale do Dendê agora possui espaços em Salvador – atual Espaço de Inovação e Criatividade no Shopping da Bahia – e em São Paulo, no CIVI-CO, um espaço de inovação para empreendedores cívico-sociais.

“A parceria com o CIVI-CO ajudará a qualificar nossa presença em São Paulo. Com isso, ganharemos ainda mais visibilidade e capacidade de interlocução com potenciais investidores e parceiros. Nosso objetivo é estreitar o caminho entre São Paulo e Salvador, aprendendo e também ensinando muito. Afinal, Salvador é a capital da economia criativa do Brasil”, destaca Rosenildo Ferreira, cofundador da holding social Vale do Dendê.

Com o patrocínio da Fundação Itaú Social e da Fundação Alphaville, a Aceleradora selecionou ao todo 30 empreendedores criativos – entre 107 inscritos – para o período de pré-aceleração e 10 negócios para aceleração, em que todos têm acesso à rede de networking nas áreas de tecnologia, educação e finanças, além de participarem de dinâmicas de pré-aceleração, aceleração, cursos e eventos como forma de melhorarem sua competitividade no mercado, tornando-os aptos à participação de novas rodadas com investidores.

Resultado do compartilhamento de competências entre o publicitário Paulo Rogério Nunes, o Prof. Dr. Helio Santos, a relações públicas Ítala Herta e o jornalista Rosenildo Ferreira, a Aceleradora tem a missão de impulsionar startups nas áreas de moda, gastronomia, artes (música, literatura e audiovisual) e tecnologia, por meio de investimentos – diretos e indiretos – de até R$ 200 mil em consultorias, por cada ciclo de operação.

“Estamos muito felizes com o resultado desse processo de aceleração. Já percebemos um crescimento das empresas e grande interesse dos investidores em conhecer mais os acelerados. A viagem para São Paulo abrirá ainda mais portas”, afirma Paulo Rogério, cofundador do Vale.

Como base de apoio e espaço para eventos, apresentações, networking e desenvolvimento, a Aceleradora ocupa desde maio uma loja no formato pop-up no Shopping da Bahia, também reconhecido como Espaço de Inovação e Criatividade Vale do Dendê, com o objetivo de conectar os empreendedores de todos os cantos da cidade – especialmente os jovens moradores das periferias – que encontram na loja a oportunidade de acessar programas inovadores nas áreas de qualificação técnica e mentorias voltadas para o desenvolvimento de negócios disruptivos.

Mais detalhes sobre o projeto, eventos, iniciativas e a programação do Vale do Dendê podem ser conferidos nas redes sociais @valedodende (Instagram e Facebook) e no site www.valedodende.org.

ESPAÇO DE INOVAÇÃO VALE DO DENDÊ
Com espaço para coworking, dois mini auditórios para até 50 pessoas, área de divulgação dos acelerados e pré-acelerados e um espaço maker para construção de tecnologias – gerenciado pelo projeto Mídia Étnica_Lab –, o Espaço de Inovação Vale do Dendê recebe o título de primeira pop-up com tantos serviços de inovação, localizada dentro de um shopping center, em todo o país.

SAIBA MAIS
Fundação Itaú Social

A Fundação Itaú Social desenvolve, implementa e compartilha tecnologias sociais para contribuir com a melhoria da educação pública brasileira. Sua forma de atuação está fundamentada na realização de programas próprios, na oferta de fomento a iniciativas realizadas por outras organizações do terceiro setor (organizações da sociedade civil, coletivos e outros institutos e fundações empresariais) e no desenvolvimento de pesquisas sobre práticas educacionais e políticas públicas em vigor.

Fundação Alphaville
A Fundação Alphaville é uma organização sem fins lucrativos, caracterizada como OSCIP, e por meio de metodologia própria de trabalho age para promover a autonomia, a cooperação e a liderança participativa nas comunidades com as quais atua. Em 17 anos de atuação, já realizou mais de 210 projetos em 23 estados pelo país, beneficiando diretamente a mais de 400 mil pessoas.

CIVI-CO
O CIVI-CO é um espaço de inovação para empreendedores cívico-sociais. Localizado em Pinheiros, um dos bairros mais antigos de São Paulo e hoje um importante centro comercial da cidade, foi inaugurado em novembro de 2017 e já conta com 50 empresas residentes. Muito mais do que um espaço de trabalho compartilhado, o CIVI-CO se propõe a ser um fomentador de pessoas e organizações que geram transformações positivas na sociedade, no espaço público e governamental brasileiros. Com programas de mentoria e parcerias com coworkings de todo o Brasil, o CIVI-CO quer criar uma comunidade de transformadores para gerar impacto em rede e em escala.


SOBRE OS OITO EMPREENDIMENTOS ACELERADOS DE SALVADOR (BA)
Abaixo segue um pequeno descritivo com informações importantes de cada um dos oito acelerados que estão na missão empresarial de São Paulo.

Abebé Cosméticos Artesanais
Área: Cosméticos
Público: Mulheres Negras
Modelo de atuação: Sozinha
A empresa comandada pela engenheira química Jacqueline Bastos se inspira nos orixás, nas raízes e na beleza negra para disseminar um novo conceito de cuidado corporal. Faz isso por meio de conexões entre ancestralidade e representatividade, impregnados no processo produtivo de cremes, colônias e sabonetes da marca.

Afrobox
Área: Moda
Público focal: Negros e Negras
Modelo de atuação: Com equipe
A primeira rede multimarca de moda afro-colaborativa do Brasil surgiu da iniciativa do jovem estudante de história, Yan Ragede, que reúne fornecedores entre os integrantes da comunidade afro-brasileira que valorizam a filosofia Ubuntu. Para ele, o empreendedorismo também é um instrumento de luta pela igualdade racial.

Casa La Frida
Área: Mobilidade Urbana
Público focal: Mulheres Negras
Modelo de atuação: Com equipe
Um espaço de afeto e encontro, administrado e focado nas mulheres e que busca debater e incluir este contingente nos planos de mobilidade da cidade. É assim que a empreendedora Livia Suarez, graduada em letras, define o projeto que promove o uso da bicicleta como um instrumento democrático de transporte.

Go Diáspora
Área: Viagens e Intercâmbios
Público focal: Negros e Negras
Modelo de atuação: Sozinha
Projetada desde 2015 pela empreendedora e turismóloga Sauanne Bispo, a empresa visa democratizar a vivência internacional. Com diferentes modalidades de intercâmbio cultural em quase 50 países, é pioneira no Brasil em apresentar cursos de idiomas em países fora do circuito usual, como Jamaica, Gana e Senegal.

Instituto Matamba
Área: Cerimonial e eventos
Público focal: Negros e Negras
Modelo de atuação: Dupla
Graduada em design de moda e mestranda em artes visuais, Cecilia Cadile encontrou inspiração na cultura para criar uma empresa capaz de dar visibilidade à estética e à cultura africana nos eventos e cerimoniais realizados em Salvador. Na lista estão: aniversários, casamentos, formaturas, conferências, palestras, seminários e jantares temáticos.

Loja da Mi
Área: Cosméticos
Público focal: Mulheres com cabelos crespos e cacheados
Modelo de atuação: Sozinha
Surgiu da iniciativa da jovem empreendedora Camila Reis em atender o público que busca alternativas naturais para os cuidados capilares e corporais. O destaque de seu portfólio são os produtos 100% naturais destinados a tratar e valorizar a beleza dos cabelos crespos e cacheados.

Olukemi Produções Artísticas e Culturais
Área: Games
Público focal: Possui foco na diversidade de gênero e sexual
Modelo de atuação: Com equipe
José Hernani Santos, mais conhecido como Zezé Olukemi, fundou a empresa em 2015 com o objetivo de conferir protagonismo à cultura negra no mundo das artes visuais. Grafiteiro e ativista dos direitos humanos, o empreendedor também trabalha com projetos nas áreas de literatura, música e no desenvolvimento de mídias interativas.

Studio Móvel Maili Santos
Área: Estética e beleza
Público focal: Mulheres / Empresas
Modelo de atuação: Dupla
A Studio Móvel MS é uma empresa com sete anos no mercado de beleza e que visa incentivar a autoestima por meio da valorização da estética. Faz isso a partir da arte da maquiagem com uma proposta diferenciada de atendimento em domicílio. A empresa é gerida pelo casal Maili Santos e Edilton Lopes.