Stefanini conquista terceiro lugar no setor de tecnologia no Prêmio Valor Inovação Brasil 2019

by Vera Aranha | 2 min read

A Stefanini, uma das mais importantes provedoras globais de soluções de negócios baseadas em tecnologia, conquista a terceira colocação no Ranking de Inovação na Categoria de Tecnologia, do anuário "Valor Inovação Brasil".Nesta quinta edição do evento, foram premiadas as dez empresas mais inovadoras do país, e 23 companhias que lideram os rankings setoriais, de acordo com pesquisa conduzida pela consultoria Strategy& em conjunto com o jornal Valor Econômico, com apoio da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei).

Segundo os dados levantados pelo anuário, a estratégia de inovação é apontada por 97% das companhias como fator essencial para a competitividade e está na lista de prioridades dos líderes. Agora, 56% das empresas aplicam recursos com inovações incrementais, que são ações para melhorar serviços e processos já existentes. Esse tem sido o movimento constante da multinacional brasileira, com presença em 41 países. A Stefanini traz inovação em seu DNA desde sua fundação e tem propagado esse importante recurso em todas as suas unidades.

“Estamos muito satisfeitos em conquistar o terceiro lugar, isso reforça que para atender e colaborar com as mudanças da sociedade, precisamos de empresas que se posicionem como inovadoras, desenvolvendo soluções que contribuam para mudanças de impacto social, valorizando tanto as pessoas quanto as novas tecnologias”, afirma Marco Stefanini, fundador e CEO global da Stefanini.

O levantamento do anuário “Valor Inovação Brasil” avalia os investimentos realizados no Brasil, fazendo um recorte indispensável para equiparar os parâmetros de avaliação das companhias nacionais e multinacionais. Em sua quinta edição, o anuário consolida os critérios de avaliação e apresenta uma amostra robusta de empresas que investem constantemente em atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação no Brasil. Ao todo, 210 empresas se inscreveram para a pesquisa, sendo a maior parte (80%) com faturamento acima de R$ 1 bilhão. A amostra foi dividida em 23 setores - dois a mais do que os analisados em 2018. O crescimento acompanha o grau de diversidade de empresas, que permite ter setores mais representativos e homogêneos.

As empresas mais inovadoras no país são classificadas a partir de cinco critérios: intenção de inovar, esforço para realizar a inovação, resultados obtidos, avaliação do mercado e publicação de patentes. O trabalho incluiu a elaboração de metodologia capaz de separar as empresas realmente inovadoras das que apenas seguem ondas tecnológicas. O resultado é um ranking formado por corporações que inseriram processos de criação constante em estratégias, planos e metas.

Share twitter/ facebook/ copy link