WDC Networks iniciará operações na Colômbia

midiaria.com | 2 min read

Reconhecida por sua liderança na distribuição de soluções e tecnologias de alto valor agregado no Brasil, a WDC Networks - cujo faturamento em 2018 ultrapassou a marca dos R$ 400 milhões -, anunciará o início de suas operações na Colômbia durante a Andina Link 2019. A feira, que acontecerá no Centro de Convenções de Cartagena entre os dias 26 e 28 de fevereiro, é há 25 anos o ponto de encontro para negociações e networking das indústrias de Telecomunicações e Tecnologias Convergentes de toda a América Latina.

De acordo com Vanderlei Rigatieri, CEO da WDC Networks, a decisão de estabelecer uma operação direta na Colômbia foi tomada devido ao crescimento dos negócios de banda-larga nos países latino americanos, pois o mesmo fenômeno vivido pelos ISP’s no Brasil de instalar redes de fibra ótica FTTH está acontecendo nesses países.

“Nós temos a experiência em atender mais de 1000 provedores regionais e conquistamos, junto com a Fiberhome e Nokia, um market-share de mais de 60% do mercado de FTTX. Pretendemos levar essa experiência para toda a América Latina, começando justamente pela Colômbia, que vive um momento econômico intenso e seguro para investimentos. O país precisa de bons distribuidores, e nós levaremos as soluções de ponta que oferecemos aqui no Brasil e, também, o nosso modelo de aquisição as a service, que por aqui já é uma realidade de mercado. Nossa previsão de crescimento em 2019, é de mais de 50%, e vamos contar em grande parte com as vendas na Colômbia”, afirma Rigatieri.

A escolha da Andina Link para o anúncio da internacionalização da empresa é estratégica, pois o evento costuma trazer em primeira mão todas as novidades do segmento na região - e os fabricantes, por sua vez, costumam apresentar nesta ocasião as novas tendências e os últimos avanços tecnológicos da indústria. “A Andina Link reúne os mais altos níveis da inteligência competitiva tecnológica, tomadores de decisão da esfera governamental e, é claro, as grandes empresas. Vamos aproveitar a ocasião para formalizar junto ao mercado latino-americano a nossa internacionalização. Vamos comercializar serviços na Colômbia através da operação local, e nos demais países via WDC USA, cujo escritório iniciou as operações em janeiro deste ano”, detalha.

O foco da WDC Networks durante a Andina Link 2019 será travar contato e conhecer os ISPs (provedores de internet regionais) colombianos e latino-americanos, um mercado que segue em franca expansão. “Levaremos para a feira as linhas de produtos que vendemos no Brasil e vamos identificar, in loco, quais são as que têm melhor aderência no mercado local. Focaremos em soluções de FTTx, WiFi , Networking, VoIP e Cyber Security”, detalha. Já está confirmada a venda das seguintes marcas: Fiberhome (cabos de fibra ótica) Easy4Link (acessórios de redes, como conectores, caixas, etc), Fujikura (máquinas de fusão), D-LINK (roteadores Wi-Fi), Grandstream (telefonia IP).

A delegação da WDC Networks que irá à Andina Link contará com as participações do CEO Vanderlei Rigatieri e de Ernesto Sita (gerente comercial da WDC Colômbia), Gustavo Momente (gerente de business intelligence) e Luciana Gomes (gerente de marketing. No dia 27/02, Vanderlei Rigatieri fará a apresentação “IOT – Internet das cosas en el papel estrategico dos ISP’s”, a partir das 9h, no Foro FICA 2019.

Share twitter/ facebook/ copy link