You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
E  se alguém alegar ser o dono do imóvel que você comprou?

E se alguém alegar ser o dono do imóvel que você comprou?

Ter a casa própria é um sonho de muitos, mas é importante não deixar que o desejo fale mais alto na hora de adquirir o imóvel. É preciso tomar cuidado e prestar atenção aos detalhes para que a compra não se torne um pesadelo.

Já houveram casos onde, após a compra, outra pessoa alegou ter posse sobre o imóvel. Isso acontece, pois, o vendedor agiu de má fé, fechando negócio com mais de um comprador. “Registrar no Registro de Imóveis por meio de escritura pública é a única forma de assegurar que o bem é seu por direito”, explica Dra. Sabrina Rui, advogada em direito tributário e imobiliário.

Esse documento é a firmação do compromisso que o comprador tem, para que o bem seja transferido logo após o pagamento. “Também é preciso descrever o preço e os detalhes do imóvel para que não haja possibilidade de golpe, caso o vendedor tente transferir outro bem no lugar do que foi acordado”, conta.

Para os bens ainda na planta devem ter o prazo de entrega especificado é um contrato bem redigido para poder ter segurança.

Sem esse registro, não há comprovação de que o comprador é o proprietário legal e pode render muita dor de cabeça. O ideal é seguir todas as instruções de um profissional especializado no assunto e evitar problemas posteriores.

Serviço: Dra. Sabrina Marcolli Rui

Advogada em direito tributário e imobiliário

SR Advogados Associados