Especialista alerta para consequências psicológicas em atletas durante a quarentena

15 days ago

Por: Central Press

 

Gilberto Gaertner, psicólogo campeão das Olimpíadas de 2016 com a Seleção Brasileira de Vôlei, fala sobre riscos e medidas que devem ser tomadas pelos atletas

Embora o isolamento social seja necessário para a diminuição de casos do novo coronavírus, esse período pode trazer algumas consequências à saúde mental, especialmente em atletas. Além da Organização Mundial da Saúde (OMS) disponibilizar cartilhas para ajudar no controle do estresse e da ansiedade, o Comitê Olímpico Brasileiro também lançou cartilhas para ajudar atletas a seguirem os treinos e cuidar da saúde mental.

O especialista em Psicologia do Esporte e professor do curso de Psicologia da Universidade Positivo, Gilberto Gaertner, lembra que todo o preparo físico e mental, rotina de treinos e outros aspectos são limitados no período de quarentena de um atleta. "Então, é muito importante dar um foco maior na saúde mental durante esse período”, afirma.

O professor, que atuou como psicólogo da Seleção Brasileira de Vôos nas Vitórias dos Mundiais de 2002 e 2003, alerta sobre o efeito que a quarentena e o isolamento social podem não ter no dia dos atletas. “O isolamento social pode ser prejudicial para a saúde mental de qualquer pessoa, porém, é especialmente prejudicial para os atletas. A perda de rotina de treinos, o contato com pessoas do meio e a participação de competições podem causar o desenvolvimento de transtornos psicológicos. Além disso, fatores como ganho de peso e consumo de bebidas alcoólicas também ganham mais espaço nesse período - o que é muito prejudicial para os atletas. Comenta.

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positiva é referência no ensino superior como IES do estado do Paraná e uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aulas modernas, laboratórios com tecnologia de ponta, mais de 400 mil m² de área verde no campus, uma Universidade Positiva é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. Uma instituição conta com quatro unidades em Curitiba (PR) e uma em Londrina (PR) e mais de 70 polos da EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de graduação, centenas de programas de especialização e MBA, sete programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas.Além disso, existem sete clínicas de atendimento gratuito na comunidade, que totalizam mais de 3.500m². Em 2019, uma Universidade Positiva foi selecionada entre 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Mais informações em www.up.edu.br

Comments?