HID Global apresenta sua linha icônica de leitoras HID Signo, que revela um novo conceito de controle de acesso aberto, conectado e adaptável

3 months ago

Por: Víctor Galvis González

 

A HID Global, líder mundial em soluções de identidade confiável, anunciou o lançamento da HID® SignoTM, sua linha icônica de leitoras que define uma nova referência no setor para uma perspectiva do controle de acesso mais eminentemente adaptável, interoperável e segura. As novas leitoras simplificam significativamente a implementação e o gerenciamento do sistema, atendem aos avançados requisitos de segurança dos ambientes dinâmicos de hoje e proporcionam às organizações um controle de acesso mais inteligente e conectado.

“Com a indústria atualmente buscando utilizar os sistemas de controle de acesso para servir como base para a criação de ambientes inteligentes, consultores, integradores e usuários finais estão progressivamente exigindo soluções mais versáteis e de alto desempenho”, declarou Harm Radstaak, Vice Presidente e Diretor Administrativo de Soluções de Controle de Acesso Físico da HID Global. “A HID Signo é desenvolvida em uma plataforma aberta e confirma nosso compromisso com a inovação, com sua flexibilidade sem precedentes e o conjunto robusto de novos recursos orientados para o futuro, que otimizam as experiências nos ambientes de trabalho. Nosso objetivo é disponibilizar mais opções ao alcance de nossos clientes e propiciar-lhes serenidade, ao saber que poderão adaptar continuamente seus sistemas em função das evoluções nos requisitos”.

Para o máximo em versatilidade, as leitoras são interoperáveis com mais de uma dúzia de tipos de credenciais físicas e móveis, assim as organizações podem usar sua tecnologia de preferência e migrar com simplicidade e ao seu próprio ritmo, para soluções mais atuais. Além disso, com o suporte ao ECP da Apple (Enhanced Contactless Polling, método aprimorado de acesso a redes sem contato), que habilita as identificações dos estudantes na Apple Wallet, a HID Signo está impulsionando o acesso móvel, que representa a próxima tendência em praticidade e flexibilidade.

As leitoras são dotadas de novos recursos inteligentes, incluindo a detecção automática de superfícies, que possibilita recalibrar e otimizar o desempenho de leitura em função do local de montagem. Para desempenho em ambientes externos e severos, as leitoras dispõem também da classificação IP65, sem necessidade de vedação adicional, e são equipadas com um teclado de toque capacitivo resistente a condições climáticas adversas.

Excedendo o controle de acesso tradicional

Incorporando o modelo da conectividade desde a base de sua concepção, a HID Signo possibilita que os administradores configurem e diagnostiquem as leitoras remotamente, e consigam monitorar o status por meio de um ecossistema de leitoras, conectado e gerenciado centralmente. Além disso, a configuração pode ser ainda mais otimizada através da controladora mediante o OSDP (Protocolo Aberto de Dispositivos Supervisionados).

"A nova perspectiva da HID para o controle de acesso, também estabelece as bases para um futuro com os sistemas conectados em nuvem, que possibilitará aos clientes adicionar novas aplicações e capacidades inovadoras, como a habilidade para antecipar e reagir proativamente as falhas nos sistemas, antes que elas ocorram", acrescentou Radstaak.

Disponibilizando a segurança em multicamadas, com suporte integrado para Canal Seguro OSDP e a comprovada tecnologia SIO da HID (Objeto de Identidade de Segura), as leitoras armazenam as chaves criptográficas em hardware certificado como elemento seguro EAL6+ e possibilitam a utilização de chaves de autenticação customizadas para reforçar a segurança. Além disso, o recurso de controle de velocidade, patenteado pela HID, também protege contra ataques eletrônicos rápidos de força bruta.

Disponibilidade

A nova linha de leitoras HID Signo está disponível através dos Parceiros Advantage nos principais mercados do mundo. O lançamento na América Latina vai se realizar com uma implementação faseada nos países da região.

Comments?