You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Metodologia pode ajudar empreendedores a lidar com a rapidez do mercado

Metodologia pode ajudar empreendedores a lidar com a rapidez do mercado

O Dia Internacional da Comunicação está chegando, 17 de maio, e com ele, vem o levantamento da questão sobre a comunicação em empresas e o quanto a rapidez do marcado está deixando a maioria dos empreendedores para trás.

“Para uma organização ou projeto pessoal serem bem sucedidos é necessário que o fluxo de atividades em todos os âmbitos seja concatenado e convergente e ocorram com uma adequada fluidez e agilidade sem a perda da qualidade, ou seja, cuidada rapidez”, aponta Penha Pereira, economista e gestora de carreira.

O verdadeiro empreendedor atua em qualquer lugar e situação. É alguém que reúne todas ou quase todas as competências de um líder e caso não as possua na totalidade, por seu espírito de conquista, com certeza perseguirá todas as oportunidades de aprendizado que lhe surgirem as quais trar-lhe-ão o que eventualmente lhe falte para alcançar os resultados que busca.

“Nos dias atuais vemos como as transformações e inovações levaram as organizações e pessoas que desejam pôr em prática um projeto de trabalho próprio, a “correrem” para se adequar às mudanças que esta nova revolução industrial já começou a exigir, sendo que esta exigência está alterando profundamente as relações profissionais e até a qualificação que as pessoas que buscam seus postos de trabalho devem ter”, afirma Penha.

A questão é que a velocidade da solicitação do mercado não é a mesma que a dos profissionais que estão iniciando sua jornada profissional, ou a dos que buscam uma nova chance de trabalho por terem perdido seu posto, em muitos casos por reestruturação das Instituições por conta do advento de novas tecnologias que cortaram inclusive algumas profissões.

E como as empresas poderão proceder para que o alinhamento de suas plantas, seus processos e seus times ocorram em tempo hábil para não serem engolidas pelas transformações que estão acontecendo com cada vez mais rapidez? Uma das opções se chama SCRUM.

O Scrum é uma metodologia de trabalho usada para implementação do desenvolvimento ágil de qualquer projeto, grande ou pequeno, corporativo ou não, profissional ou pessoal. Esse desenvolvimento ágil (muitos apreciam a expressão em inglês Agile”) é um conjunto de práticas e métodos que estão baseados em alguns princípios e valores.

A estrutura apresenta 5 itens que, quando seguidos, auxiliam enormemente a condução de um plano estratégico, uma criação de novo produto ou a melhoria da performance de um profissional:

1)    Comprometimento: esta postura é definida como a dedicação integral a uma causa, um projeto, não estando apenas relacionada ao resultado final, ou seja, quando você se compromete com uma causa, não está apenas pensando no que obterá, mas está aberto a dedicar-se como uma opção livre sua a todas as situações boas ou más que advirem de sua escolha;

2)    Foco: o Scrum busca a objetividade em um projeto, a dedicação aos itens que realmente são importantes e críticos para o atingimento do goal neste momento, sem que se perca tempo com elementos que poderão vir a ser importantes no futuro, pois esta preocupação desvia o profissional daquilo que hoje ele tem certeza e que necessita ser posto em prática rapidamente para que inclusive seja criada a experiência necessária para aquisição de conhecimentos que serão críticos no futuro.

3)    Abertura: o verdadeiro empreendedor e gestor de excelentes produtos e times pratica a abertura, a honestidade e a transparência, não escondendo problemas, questões, dúvidas e é aberto e flexível a realizar ajustes quando e onde for necessário e é acessível às pessoas que com ele atuam uma vez que todos carregam algum tipo de problema ou tem alguma dúvida os quais precisam ser sanados.

4)    Respeito: No ambiente do Scrum, é  necessário o respeito às pessoas, suas experiências pessoais e profissionais, mesmo que aparentemente não tenham ligações diretas com o produto/projeto/time a ser desenvolvido, bem como em relação à diversidade de personalidades, competências, opiniões e ideias pessoais..

5)    Coragem: o valor da coragem não está na força. A coragem é uma atitude de quem age com o coração e não com a força ao contrário do que parece.  Este é um valor que se origina em uma força da inspiração e não da violência e que se traduz pelo comportamento de ter a disposição para demonstrar que a mudança, a correção de rota é uma fonte de inspiração e de renovação.

“Hoje temos já exemplos de Organizações que ao invés de ficarem apenas na percepção, viram no Scrum uma grande arma de mudança de comportamentos e atitudes os quais se não corrigidos criariam gargalos em termos de competitividade, participação no mercado o que mais adiante acabaria refletindo-se na manutenção do emprego de seus milhares de colaboradores”, explica a especialista.

Com o maior acesso à comunicação, não se pode deixar que o empreendedor continue a andar no mesmo ritmo. É preciso se adequar à rapidez do mercado para ter sucesso.

Penha Pereira

Economista, Master Coach e gestora de carreira

mariadapenhaapereira@gmail.com

https://www.linkedin.com/in/mariadapenhapereira

Top stories in your inbox!