You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
O que fazer com cadernos e livros usados?

O que fazer com cadernos e livros usados?

Colégio Positivo recolhe e recicla materiais didáticos sem uso. Projeto é aberto a toda população de Curitiba

Com a volta às aulas, as crianças descobrem que ainda têm em casa livros e cadernos usados que não terão mais utilidade em 2020 - e ficam diante de uma questão: o que fazer com esse material? Infelizmente, a maioria dos pais e estudantes acaba jogando no lixo. Mas agora, alunos de todas as escolas - públicas e privadas - de Curitiba podem dar um destino nobre a esses livros e cadernos. Basta levá-los para uma caixa coletora em qualquer unidade do Colégio Positivo.

Por meio do projeto Logística Reversa Positivo, todo o material coletado é encaminhado para o processo de reciclagem, virando matéria-prima que será vendida para a fabricação de outros produtos. A receita arrecadada com a comercialização será destinada a projetos voltados a questões sociais e ambientais, desenvolvidos por alunos e professores. De acordo com o diretor geral do Colégio Positivo, Celso Hartmann, o objetivo do projeto é levar sustentabilidade não apenas para dentro da escola, mas para toda a comunidade, conscientizando principalmente as crianças sobre a importância da reciclagem. "É fundamental que os estudantes comecem a pensar no lixo que estão gerando e, com isso, reavaliem a possibilidade de reaproveitamento e destinação correta dos materiais escolares", ressalta.

Como funciona o projeto?

O projeto foi idealizado em 2017, pela aluna Helena Giotto, então com 9 anos de idade, pensando em uma forma de reduzir o impacto ambiental. A ideia foi aprovada pelo Colégio Positivo Internacional e, em 2018, implantada em quatro unidades do Colégio Positivo, em Curitiba. O objetivo inicial era arrecadar 8 toneladas, mas a expectativa foi superada e, com a finalização da coleta, foram recolhidas mais de 23 toneladas de material didático usado.

Em 2019, o projeto Logística Reversa Positivo foi um dos vencedores do 17º Prêmio Paranaense de Excelência Gráfica Oscar Schrappe Sobrinho - o maior da indústria gráfica paranaense - na categoria Sustentabilidade. Este ano, o projeto acontece nas unidades do Colégio Positivo em Curitiba; no Colégio Positivo Joinville, em Santa Catarina; no Colégio Positivo Master, em Ponta Grossa; no Colégio Positivo - Santa Maria, em Londrina; na Escola Passo Certo, em Cascavel; e no Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu.

Sobre o Colégio Positivo

O Colégio Positivo nasceu em Curitiba, onde desenvolveu o modelo de ensino levado a todo o país e ao exterior. O Colégio Positivo Júnior, o Colégio Positivo – Jardim Ambiental, o Colégio Positivo –  Angelo Sampaio, o Colégio Positivo Hauer e o Colégio Positivo Internacional atendem alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, sempre combinando tecnologia aplicada à educação, material didático atualizado e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários. Os alunos têm à sua disposição atividades complementares esportivas e culturais, incentivo ao empreendedorismo e aulas de Língua Inglesa diferenciadas, além de aprendizado internacional na unidade que leva essa proposta em seu nome. Em 2016, foi incorporado ao Positivo o Colégio Positivo Joinville (SC) e, em 2017, o Colégio Positivo – Santa Maria, em Londrina (PR). Em 2018, o Positivo ganhou duas unidades em Ponta Grossa (PR): Colégio Girassol e Positivo Master. Em 2019, somaram-se ao Grupo duas unidades do Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu (PR), e duas unidades da escola Passo Certo, em Cascavel (PR). Em 2020, o Positivo inicia o ano letivo com mais duas unidades em Curitiba: Colégio Positivo - Água Verde e Colégio Positivo - Boa Vista.

Top stories in your inbox!