You've successfully subscribed to Polinize
Great! Next, complete checkout for full access to Polinize
Welcome back! You've successfully signed in
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.

Papel e Celulose: Webinar da ABTCP vai debater tecnologia de ácido sulfúrico

Durante a pandemia do novo coronavírus, o compartilhamento de conteúdo por meio da internet tem sido ainda mais difundido. Na área de papel e celulose também estão sendo realizados diversos eventos online para compartilhamento de informações e de estratégias usadas para superar a crise. Regularmente, a Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP) tem promovido debates com os principais especialistas do setor.

Nesta quarta-feira, dia 6, o engenheiro de produto da Valmet Lucas Fonseca vai conduzir o webinar sobre "Tecnologia de Ácido Sulfúrico". De acordo com ele, "a planta de ácido sulfúrico é uma excelente solução para melhorar e manter o equilíbrio de sódio e de enxofre nas fábricas de celulose. Além de reduzir a purga de químicos trazendo enormes contribuições para o meio ambiente, a qualidade do ácido produzido internamente é comprovadamente melhor do que a adquirida no mercado".

A solução ainda traz uma vantagem adicional: economia com os custos de produtos químicos necessários para make-up (como o NaOH), além de reduzir a necessidade da compra externa do ácido. "O ácido produzido pode ser utilizado nas plantas de dióxido de cloro e de tall oil, no branqueamento, separação de lignina, tratamento de efluentes e no ajuste de pH", exemplifica Fonseca.

O processo de fabricação de celulose produz gases não condensáveis (NCG), que são compostos orgânicos voláteis, odoríferos e que podem se tornar explosivos caso não sejam processados com segurança. Esses NCGs são boas fontes de enxofre e podem ser utilizados na produção de ácido sulfúrico, reduzindo o enxofre excedente no ciclo químico e diminuindo a necessidade de purgas, que, além de eliminar o enxofre, elimina o sódio. Desse modo, é possível reduzir a necessidade de make-up de hidróxido de sódio gerando um grande potencial de ganho econômico para as indústrias.

"A Valmet vem desenvolvendo essa tecnologia de produção de ácido sulfúrico a partir dos NCGs e, portanto, eliminando o desperdício químico para o meio ambiente. Isso representa uma drástica economia com insumos aos nossos clientes e a melhor solução para manter a circulação de químicos balanceada nas fábricas de celulose", finaliza.

Serviço

Webinar "Tecnologia de Ácido Sulfúrico", com o engenheiro de produto da Valmet Lucas Fonseca

Data: 6/5, quarta-feira, 10h

Link para inscrição: https://bit.ly/3bZbA8e

Valmet

A Valmet é a principal desenvolvedora e fornecedora global de tecnologias de processo, automação e serviços para as indústrias de celulose, papel e energia. Sua atuação de tecnologia inclui fábricas de celulose, linhas de produção de papel, cartão e papel, além de usinas de energia para produção de bioenergia. Seus serviços e soluções de automação melhoram a confiabilidade, o desempenho dos processos, e aprimoram a utilização de matérias-primas e energia.

As vendas líquidas da Valmet em 2019 foram de aproximadamente 3,5 bilhões de euros. A empresa possui mais de 13.000 profissionais em todo o mundo, com sede em Espoo, Finlândia e suas ações estão listadas na Nasdaq Helsinki. Na América do Sul, possui unidades em Araucária-PR, Sorocaba-SP, Campinas-SP, Belo Horizonte-MG, Imperatriz (MA) e Concepción, no Chile. Mais informações: www.valmet.com.br.

Top stories in your inbox!